Arquivo Mensal March, 2015
Falatório 08: Proximidade e ação sustentável

Falatório 08: Proximidade e ação sustentável

Dia 25 de Março – 21h00 Local: Círculo Católico de Operários do Porto Rua Duque de Loulé, 202 – Porto com: António Castro Fonseca, Francisco Babo, Samuel Silva (PAFC – Praça da Alegria Futebol Clube) Num texto pessoal sobre a exposição colectiva dos sócios do Praça da Alegria Futebol Clube [Janeiro de 2014] Rodrigo Neto...
Falatório 07: Fertilidade das práticas - Do mapa à ação

Falatório 07: Fertilidade das práticas – Do mapa à ação

Dia 21 Março – 18h00 Local: Círculo Católico de Operários do Porto Rua Duque de Loulé, 202 – Porto com: André Alves (A2) http://www.a-2.pt/ e Samuel Silva (Criadores: projectos curatoriais > entre capitais europeias da cultura) http://artistascuradores.tumblr.com/ ——- Fertilidade das práticas – Do mapa à ação Como se realiza a aproximação do individuo às ideias...
Falatório 06: Bairro - Processos artísticos e documentação

Falatório 06: Bairro – Processos artísticos e documentação

Dia 19 de Fevereiro – 18h00 Local: Grupo Musical de Miragaia Rua Armenia, 10/18 (Ao Largo Artur Arcos) – Porto com: Patrícia Poção (Realizadora) Hugo Cruz (PELE) José Brochado (Participante) Assumindo o Teatro como um espaço de encontro e diálogo entre comunidades, a PELE, apresenta nesta mostra de documentário e conversa, o documentário Passo a...

Cinemação 05: Bairro – Processos artísticos e documentação

Dia 19 de Março – 16h30 Local: Grupo Musical de Miragaia Rua Armenia, 10/18 (Ao Largo Artur Arcos) – Porto Passo a Passo (2012) PELE – Espaço de Contacto Social e Cultural, Porto A partir do projecto Peregrinações, na freguesia da Vitória (Porto) Realização, Sonoplastia e Montagem: Patrícia Poção E se um dia como todos...
Falatório 05: Ação Artística e Comunidade

Falatório 05: Ação Artística e Comunidade

Dia 15 de Março – 18h00 Local: O Praça da Alegria Futebol Clube Avenida Rodrigues de Freitas, 207 – Porto com: Alexandre A. R. Costa A ARTE FORA DE SÍTIO: uma conversa, uma oficina sobre o olhar insubordinado (…) será importante que o artista, perante uma responsabilidade de “gestão partilhada” e enquanto participa em ciclos...